Vivemos a 3º onda do capitalismo? O que a internet tem a ver com isso? Como você pode mudar?

Milhares de empresas já entenderam – Pepsi foi a primeira grande empresa “Em vez de gastar US $ 20 milhões em anúncios da Super Bowl em 2010, a PepsiCo Inc. lançou o Pepsi Refresh Project, um site de mídia social que está distribuindo 20 milhões dólares em doações para projetos sociais – projetos apresentados e votados pelo público.” escreveu a Searchcio.com

Segundo os passos das concorrentes a Coca Cola, lançou o Positively.com Live com conceitos dos novos P’s (Planeta, Pessoas, Produtos e Profit)

No Brasil temos varios exemplos – O “A Gente Transforma – Parque Santo Antônio com Suvinil ao Vivo” é um projeto colaborativo que faz uso das cores para despertar a criatividade e realizar mudanças dentro de uma comunidade, elevando sua auto-estima e colocando o poder de transformação nas mãos dos moradores. Concepção do inventivo Marcelo Rosenbaum, o AGT propõe a mudança por meio da inclusão social, da arte, da educação, da inclusão digital e da transformação do espaço.

A Revista Trip deste mês, terá um caderno especial, todo colaborativo. Os internautas colaboravam com temas como 1. Desenhe um objeto que ainda não foi inventado, mas você quer que exista daqui a dez anos – 2. Escreva uma carta para o futuro – 3. Como vai estar a sua cidade daqui a 10 anos? – 4. Faça uma foto do que você não quer que exista mais daqui a 10 anos – 5. Fotografe algo que para você representa 2020 Veja detalhes aqui

São pessoas com empresas, pensando no Amor em Ação, na 3º onda do capitalismo e na urgência de mudança. Não entendeu? continue lendo …

Magnata e Professor – a 3º onda

Além das empresas, o magnata e ex-professor da Harvard Business School John Sviokla, defensor de tecnologias disruptivas, open innovation, reputação corporativa, reputação on-line. Escreveu lúcido artigo  “A mídia social, representa a transformação do capitalismo como nós o conhecemos” Para ele os pilares do capitalismo são a absorção coletiva do risco e a capacidade de se auto-organizar. E descreve as 3 º ondas de capitalismo.

1º Onda do capitalismo – Criar novos empreendimentos no novo continente a América.

2º Onda do capitalismo – Empreendedores individuais como Henry Ford, Louis Chevrolet (GM), Alexander Graham Bell (At&T), Dupont, e recentemente Bill Hewlett e David Packard (HP) e suas inovações individuais, ferrovia e telégrafo. (Demanda e gestão)

3º Onda do capitalismo – Era digital – Transporte de dados, infraestrutura global, sabedoria das multidões, inovação disruptiva e coletiva, consumo coletivo, a absorção coletiva de risco, o financiamento coletivo. … – “Um excelente exemplo é o YouTube, fundado por Chad Hurley, Steve Chen e Jawed Karim, todos ex-alunos do PayPal (Outra empresa da 3º onda). Veja mais detalhes aqui

Combina com o que eu tennho dito em palestras há 10 anos – Passamos pela Humanidade 1.0 – Agricola, Humanidade 2.0 Industrial, a Humanidade 3.0 Tecnológica, a Humanidade 4.0 Cyber-espiritual e hoje vivemos o mix de todas as humanidades na 5.0 a Democracia das redes sociais.

Objetivos de desenvolvimento do Milênio da ONU: Amor em ação.

A best-seller Marianne Williamson, em artigo de vanguarda para o Huffington Post – escalou toda a humanidade para Despertar para o ativismo global e a força moral “Ouço muita gente dizer que nós temos para acordar as pessoas … convencê-los da urgência deste momento …fazê-los perceber que o planeta está caminhando para o caos! Mas eu não vejo isso dessa forma. Colocar a força da economia a frente de principios humanos, morais e humanitários, ou seja, colocar a sobrevivência da raça humana em risco.  nosso trabalho é transformar o vetor de probabilidades em vetores possibilidade … em outras palavras, temos de virar o barco.

Não devemos ser infantilizado, não devemos estar fingindo que não sabemos o que está acontecendo, não devemos estar cedendo às tentações diversas e onipresente para anestesiar a nós mesmos. Muito pelo contrário, devemos tomar a roda da civilização humana e dizendo para quem quiser ouvir: Estamos virando o barco, e nós estamos virando isto AGORA.”

E citou o desenvolvimento do Milênio, um conjunto de oito pontos, assinado em por todos os 189 membros da Organização das Nações Unidas no ano 2000.

1) reduzir a pobreza extrema ea fome pela metade

2) Atingir o ensino básico universal

3) Promover a Igualdade de Género e Empoderamento da Mulher

4) Reduzir a mortalidade infantil em dois terços

5) diminuir a mortalidade materna em três quartos

6 Deter) e reverter a propagação do HIV / SIDA, Malária, Tuberculose e Outras Doenças

7) Garantir a Sustentabilidade Ambiental

8) Estabelecer uma Parceria Mundial para o Desenvolvimento

“Mas temos de decidir agora …não depois. Não há mais tempo a perder.

Então o que você pode fazer?”

Você pode “Tweetar”, blogar, Facebookar … compartilhe, Mude!

Veja artigos relacionados

Era da generosidade e da criatividade coletiva
O novo capitalismo na era digital
Não existem mais consumidores e sim pessoas
Ensine menos e aprenda mais
Precisamos aprender a pensar diferente
Como contra fatos não há argumentos, algumas ideias de mudanças

Veja a palestra de John Sviokla

[slideshare id=5245390&doc=svioklabostonsimsep2010-100920192249-phpapp01]

Agora que você sabe a resposta, o que vai fazer a respeito?

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=0byhZRSjHTM]
Post inpirado nos artigos
Social media and networking ushering in a “Third wave” of capitalism

Foto abaixo da Taschen